Atendimento: Seg - Sex | 09:00-18:00
Email: contato@kardan.com.br Envie uma mensagem: (47) 99971-5155

O LinkedIn é uma das maiores redes sociais destinada ao mundo profissional atualmente. Isso significa que o número de informações pessoais que circula dentro da plataforma é muito grande, o que leva às empresas ficarem atentas com as novas normas de regulamentação de uso de dados, a Lei Geral de Proteção de Dados. Então como fica a A LGPD e o uso do LinkedIn?

Embora não pareça, a LGPD e o uso do LinkedIn estão bem relacionados, afinal, os negócios aproveitam as oportunidades para vender seus produtos e serviços ou divulgar e compartilhar suas experiências com outros profissionais ou clientes oferecendo suas identificações ou coletando de outras pessoas.

É por isso que as alterações que a lei impõe devem ser aplicadas também nas estratégias executadas nessa plataforma. Quer saber em quais você deve dar destaque para começar a adequação? Então continue a leitura e descubra!

 

Papel da marca

O primeiro ponto que podemos ressaltar é sobre as responsabilidades que recaem ao LinkedIn e a marca que usa a plataforma para suas ações de marketing e vendas. Dependendo da situação, a mídia pode ser considerada controladora (que manuseia, usa e trata os dados) ou operadora (que processa os dados para o controlador).

É importante ter conhecimento sobre a atuação, pois quando uma empresa se torna controladora, é necessário ter mais cuidado, pois ela passa a ser responsável legal por informar aos donos das identificações sobre o que está acontecendo e pedir consentimento.

 

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é aplicado em todas as redes sociais, assim como no LinkedIn. Felizmente, essa estratégia não terá impactos por parte da LGPD, pois as ações de publicar e engajar não coletam, tratam, armazenam ou compartilham dados pessoais dos indivíduos.

Entretanto, muitas empresas podem tentar exportar os dados de contato das suas conexões ou gerar leads sem o consentimento deles. E essas informações são facilmente encontradas no perfil de cada usuário, pois trata-se de uma rede profissional.

 

Anúncios pagos

O LinkedIn é uma ferramenta poderosa para fazer contatos entre marcas e profissionais. Além disso, a mídia se tornou um espaço em que um ajuda o outro com dicas, sugestões e compartilhamento de experiência para agregar no crescimento.

Nesses casos, muitos apostam em anúncios pagos, mas essa tática merece destaque depois da LGPD. Isso porque há um grande volume de dados envolvido para que a entrega dessas campanhas seja feita para o público certo.

Para ter ideia, as campanhas podem ser segmentadas por número de funcionários, setor de atuação, localização e até mesmo os dados pessoais, como idade, local, experiência e cargo. Não bastasse essa otimização, também é possível incluir contatos de e-mail. Por isso, é necessário ficar atento para pedir o consentimento dos titulares e explicar a finalidade de uso.

 

LinkedIn Insight Tag

O LinkedIn Insight Tag é um código JavaScript que, quando adicionado no site, acompanha as conversões, faz remarketing e gera dados de análises das campanhas no LinkedIn.

Ao fazer isso, é necessário informar em sua Política de Cookies que você está coletando os dados pessoais dos visitantes para essa finalidade e que ela está sendo compartilhada com terceiros, no caso a plataforma.

 

Geração de leads

Aumentar a sua base leads é um desafio diário. Porém, se as ações para coletar dados de contato forem feitas dentro do LinkedIn, tanto a plataforma quanto a empresa devem ser transparentes com os titulares e pedir permissão para que suas informações sejam usadas, explicando a finalidade.

Preste atenção na adequação dos leads gerados. Se for informado que as identificações estão sendo coletadas para fins promocionais, não poderão ser enviadas outros tipos de mensagens que não sejam com o cunho declarado e validado inicialmente.

Como vimos, existem muitas situações em que a LGPD e o uso do LinkedIn colidem, sendo necessário fazer as devidas mudanças para evitar multas e sanções. Sempre que quiser identificar se uma estratégia deve ser adequada à lei, pense se há a coleta de dados pessoais. Agora você já está pronto para atuar em compliance!

Quer saber mais sobre o assunto? Então leia nosso artigo para saber como enfrentar os desafios do marketing com a LGPD.

 

Open chat
Olá,
Como podemos lhe ajudar? Se quiser falar conosco via whatsapp, clique no botão abaixo e envie-nos uma mensagem.