Atendimento: Seg - Sex | 09:00-18:00
Email: contato@kardan.com.br Envie uma mensagem: (47) 99971-5155

A Lei Geral de Proteção de Dados já entrou em vigor em Agosto de 2020, mas será que sua clínica ou consultório está adequado para encarar essa nova realidade sem perder clientes e ainda adquirir outros? Saiba como se adaptar e conquistar novos pacientes com a LGPD.

Segundo um estudo realizado pela Serasa Experian, 85% das empresas entrevistadas ainda não estão prontas para atuar nas normas da nova legislação. Se sua instituição de saúde faz parte desse grande número, fique atento. Abaixo, ensinaremos a como se adaptar e conquistar novos pacientes estando em acordo com a LGPD. Ficou ansioso para aprender sobre o assunto? Então, continue a leitura!

 

Entenda suas responsabilidades no processo de tratamento de dados

O primeiro passo para se adaptar, é entender qual é você entre os seis atores no processo de tratamento de dados, pois assim fica mais fácil saber quando é sua responsabilidade de obter permissão para manusear os dados. São eles:

  • Titular: pessoa a quem se referem os dados, como clientes, lead, candidatos, etc.
  • Controlador: quem decide sobre o que fará com as informações, no caso, a clínica ou consultório.
  • Operador: quem trata os dados em nome do controlador, podendo ser ele próprio, empresa ou um profissional específico.
  • Operadores terceiros: são responsáveis pela sua própria base de dados e não são responsabilizados se o controlador descumprir a lei.
  • Encarregado: é o responsável que transmite a comunicação entre todos os envolvidos.
  • ANPD: é o órgão que avaliará quem não cumpre as normas, sendo possível aplicar multas e sanções.

 

Preste atenção nas mudanças dos canais de captação de pacientes

Os diversos meios de comunicação para conquistar clientes e estabelecer um relacionamento duradouro também passam por alterações na concepção dos dados. As principais mudanças são:
 

E-mail e SMS

A permissão muito usada pelas empresas para pedir que os usuários aceitem seus termos de uso com uma caixa pré-marcada para diversas finalidades não será mais aceita. Cada tipo de comunicação realizada deve ter uma autorização. Por exemplo, se sua clínica tem permissão para enviar boletins informativos, não pode enviar promoções sem a devida autorização.
 

Redes sociais

As redes sociais são ótimas para que sua clínica ou consultório seja encontrado por novos pacientes. No entanto, qualquer mensagem que seja privada ou que se torne posteriormente, deve ser excluída junto com os dados pessoais. Já as menções da marca e conteúdos publicados nas páginas podem ser respondidas livremente.

Para as publicidades pagas, vale ressaltar que, o que não envolve identificações pessoais de um usuário único, não precisarão de consentimento. Por outro lado, ações de remarketing e look-a-like exigem algumas recomendações.
 

Remarketing

As campanhas de remarketing visam impactar novamente os visitantes do seu site. Para isso, eles precisam aceitar os cookies com as Políticas de Privacidade explícitas. Além disso, existe o legítimo interesse, pois os conteúdos vistos pelos usuários estarão sendo exibidos de novo.

Vale lembrar que essa abordagem é de responsabilidade do controlador dos dados, apesar de as informações serem provenientes das plataformas de anúncios, os chamados operadores terceiros, como o Facebook Ads, Google Ads, LinkedIn Ads, etc.
 

Look-a-like

Nesse caso, o responsável pelos dados é a mídia que baseia os anúncios conforme o comportamento dos usuários dentro dela. Já na situação em que a empresa usa uma base similar aos seus clientes, é preciso ter a autorização deles.

 

Mostre confiabilidade

Agora, mais do que nunca, os consumidores acreditam que um negócio que preze pelo armazenamento seguro de seus dados merece sua confiança. Mostrar-se confiável é o primeiro passo para ganhar o cliente e fazer com que ele aceite compartilhar suas identificações.

Por isso, mapeie seus processos, identifique os riscos e aplique soluções em segurança para garantir que tudo esteja inviolável, sem acesso de terceiros ou hackers. Assim, você mantem a imagem intacta da clínica ou consultório e cumpre com a lei.

Se adaptar e conquistar novos pacientes com a LGPD não parece uma tarefa fácil, que acontecerá da noite para o dia. Com nossas dicas, é possível começar essa adequação, mas é interessante contar com a ajuda de uma consultoria especializada. Conheça a empresa Zemus, especialista em segurança da informação e adequação LGPD.

Saiba mais sobre a nova legislação em nosso blog. Separamos uma série de conteúdo para você entrar em conformidade quanto antes!

 

1 Resposta
Open chat
Olá,
Como podemos lhe ajudar? Se quiser falar conosco via whatsapp, clique no botão abaixo e envie-nos uma mensagem.