Atendimento: Seg - Sex | 09:00-18:00
Email: contato@kardan.com.br Envie uma mensagem: (47) 99971-5155

Meios de comunicação como Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e outros já são famosos por todos os setores, inclusive da saúde. Mas você sabia que existem redes sociais exclusivas para médicos? Elas são poucos exploradas, mas estão em ascensão pela necessidade que a área demanda.

Não é raro vermos polêmicas relacionadas com a má utilização dos canais mais conhecidos, pois eles não garantem os padrões éticos exigidos. Por isso, essas plataformas especiais ajudam a manter a credibilidade frente aos pacientes e aos colegas de trabalho, devido ser um sistema com segurança das informações.

Ficou curioso para saber mais? Neste artigo, separamos as melhores mídias para os médicos em geral, além de como ingressar nelas e usá-las de acordo com o regulamento e regras do campo de atuação.

 

As redes sociais exclusivas para saúde

A internet modificou a forma de atuação dos médicos nos últimos tempos. Basta olhar para trás e perceber a dificuldade em angariar novos leads e passar as mensagens de forma clara. Agora, com as redes sociais, que se tornaram grandes aliadas, os médicos fazem marketing de maneira transparente, ética e eficiente.

Isso é ainda mais forte tratando-se das ferramentas desenvolvidas especialmente para eles. Algumas delas possibilitam que os clínicos encontrem muitas ideias, aprofundem seus conhecimentos, compartilhem suas experiências e melhorem o relacionamento com quem realmente importa: os clientes. Por isso, é preciso conhecê-las e fazer parte dessas comunidades!

 

As melhores redes sociais exclusivas para médicos

No mercado, existem muitas mídias que os profissionais da saúde podem utilizar ao seu favor. Algumas delas são específicas para a classe e são a solução ideal para evitar confusões e incômodos com os pacientes. Confira as principais a seguir:
 

IMeds

O canal é voltado para quem atua, estudantes e professores do segmento. É uma boa oportunidade para aprender e ensinar, pois tem como objetivo a comunicação entre os três grupos, que podem participar de fóruns de debate, discussões de casos clínicos e até ler artigos científicos.

A partir do momento em que for criada uma conta no IMeds, é construído um breve currículo com a apresentação comercial. Além disso, cada um ganha um site para fazer a divulgação do seu trabalho.
 

Ology

É uma das mais utilizadas e que vem crescendo no meio, por facilitar o dia a dia em diferentes facetas. O Ology tem funcionalidades semelhantes ao Facebook, LinkedIn e Twitter.

Com um perfil de negócios, é possível visualizar e se comunicar por meio de uma linha de tempo. Há, ainda, um sistema de colaboração — em que dois ou mais médicos compartilham seus conhecimentos para chegar em um diagnóstico preciso —, conferências online, recrutamentos e muito mais. Tudo isso em um ambiente seguro para comunicação entre os profissionais.
 


 

Doximity

Por fim, temos a rede social Doximity, voltado para o relacionamento entre os profissionais de saúde, o que beneficia o cuidado do paciente e a relação de trabalho nos estabelecimentos de saúde. Toda essa troca de informação é feita com segurança e sigilo total. Isso sem mencionar a vantagem de otimização do seu tempo para identificar rapidamente o paciente e estreitar a relação com ele, o que o fideliza mais rapidamente.

 

O uso ético dos canais de comunicação

Após conhecer essas mídias específicas, você deve estar ansioso para explorar ao máximo todas as funcionalidades de cada uma. Mas, antes de criar sua conta nelas, é preciso saber como utilizá-las de maneira ética, seguindo o que o CFM regulamenta.

As redes sociais exclusivas para médicos são, com certeza, uma ótima maneira para ampliar o engajamento entre os profissionais do campo e os pacientes com segurança, rapidez e praticidade. Por isso, não perca a oportunidade e crie um perfil na mais adequada para o seu objetivo de carreira!

E você, já usa alguma das mídias que foram citadas? Conhece outras? Deixe o seu comentário no post!

 

Deixe uma mensagem

:: Últimos posts

LGPD para clínicas de ortopedia
Adequação LGPD para clínicas de ortopedia
23 de outubro de 2020
médico particular precisa ter um site
Um médico particular precisa ter um site na internet
19 de outubro de 2020
LGPD para clínicas de radiografia
Adequação LGPD para clínicas de radiografia
16 de outubro de 2020
site médico pode garantir a agenda cheia
Um site médico pode garantir a agenda cheia todo mês
12 de outubro de 2020
LGPD para clínicas de estética
Adequação LGPD para clínicas de estética
9 de outubro de 2020

Receba dicas exclusivas

Assine nosso boletim e receba dicas exclusivas e informações úteis sobre marketing médico:
Open chat
Olá,
Como podemos lhe ajudar? Se quiser falar conosco via whatsapp, clique no botão abaixo e envie-nos uma mensagem.