Atendimento: Seg - Sex | 09:00-18:00
Email: contato@kardan.com.br Envie uma mensagem: (47) 99971-5155

Por mais que alguns profissionais ainda resistam, o WhatsApp é uma ferramenta importante para médicos. Afinal, quando bem utilizado, a comunicação com os pacientes via aplicativo pode trazer muitos benefícios para os dois lados. Não é à toa que 87% dos clínicos brasileiros usam o app com frequência. Mas o WhatsApp é uma ferramenta importante para médicos?

O fato é que as pessoas já estão acostumadas com o contato rápido e ágil que o canal oferece, e isso afeta até mesmo no campo da medicina, que precisa estar por dentro dessa tecnologia para ter um diferencial.

No entanto, sempre surgem dúvidas sobre os resultados que o WhatsApp pode trazer, quais suas limitações e como fazer um bom uso dele. Por isso, preparamos este artigo para responder todas essas questões. Saiba mais a seguir!

 

Entenda os motivos do WhatsApp ser uma ferramenta importante para médicos

De fato, o aplicativo de mensagens é uma grande ferramenta para os profissionais de todos os setores, principalmente da saúde, que precisam de mais aproximação com os pacientes para atingir seus objetivos. Entre as justificativas para usá-lo em sua clínica ou consultório, destacam-se as principais a seguir:
 

Gera fidelização

Hoje, a maioria das pessoas que tem um smartphone possui uma conta no WhatsApp. Isso significa que um médico pode manter contato com os seus pacientes sempre que necessário e isso gera fidelização. Afinal, estar disponível o tempo todo – ou boa parte do tempo – traz segurança para os clientes, que acabam dando preferência a esse profissional.

Imagine uma mãe de primeira viagem cheia de dúvidas sobre o que fazer em várias situações, mas podendo ter auxílio quase que 24 horas de uma pediatra. Com certeza, dar esse suporte produz vínculos e fideliza, assim como negligenciar essa ajuda pode gerar resultados insatisfatórios.
 

Tem um baixo custo

O WhatsApp é um meio de comunicação gratuito e para mantê-lo ativo, basta apenas um celular e acesso à internet. Nesse caso, o seu próprio celular basta, uma vez que é possível ter o WhatsApp pessoal e o Business em um único aparelho. Desse modo, há um baixo custo em comparação com as ligações telefônicas ou SMS, representando uma economia considerável.
 

Otimiza o atendimento

O fato de ter uma troca de mensagens rápidas permite a tomada de decisões mais eficazes e ágeis. Na prática, se um paciente estiver com sintomas diferentes, o profissional consegue orientá-lo para se locomover a um pronto-socorro, se outras atitudes podem ser tomadas ou se é necessário o agendamento de uma consulta.

Entretanto, vale frisar que a troca de informações pelo aplicativo não podem substituir uma consulta presencial ou orientações para novos medicamentos, mas sim uma indicação sobre qual o melhor procedimento buscar naquele momento.

 

Saiba os limites do uso do aplicativo para médicos

Mesmo sendo uma ferramenta aliada no marketing e na rotina do médico, existem algumas limitações quanto ao seu uso. O Conselho Federal de Medicina (CFM) proíbe e exige ações dos profissionais, como:

  • Não podem ser feitas consultas online, diagnósticos ou prescrições, bem como cobranças por esses serviços online;
  • Todas as mensagens devem ser protegidas;
  • É permitido orientar quem já tenha sido atendido e com propósito de tirar dúvidas;
  • Caso não seja dada respostas por parte do profissional, este não é responsabilizado por agravamentos no quadro.

 


 

Conheça as principais práticas para usar o WhatsApp adequadamente

Para potencializar o uso dessa rede social tão essencial para os médicos, listamos algumas dicas para fazer bom uso do WhatsApp em sua clínica ou consultório da melhor forma. Confira:
 

Use o WhatsApp Business

O aplicativo voltado para negócios, permite atender às necessidades do dia a dia com mais agilidade em comparação com a versão tradicional. As funções adicionais dão oportunidade para programar respostas rápidas conforme as dúvidas mais frequentes, classificar conversas, entre outras opções.
 

Indique o horário de disponibilidade

A partir do momento em que o número de contato é disponibilizado, os pacientes pensam que podem mandar mensagens a qualquer momento. Para evitar transtornos com relação a isso, indique de maneira clara quando estará disponível e que as conversas feitas pelo meio não são prioridade. Uma dica é avisar isso por meio de uma resposta automática de ausência.
 

Tenha uma conta apenas para urgência e emergência

É interessante ter uma linha separada da que é utilizada em horário comercial, senão haverá muitas dúvidas para serem respondidas todos os dias. Além de estabelecer um horário, dê um número apenas para casos de urgência e emergência para ajudar aqueles que realmente estão em risco fora do expediente.

Embora as consultas presenciais não possam ser substituídas por um atendimento virtual, o WhatsApp é uma ferramenta importante para médicos para ajudar na relação com seus pacientes, além de facilitar o dia a dia. Porém, vale ressaltar que, como qualquer outro meio, esse deve ser usado com responsabilidade.

Além do WhatsApp, saiba em quais redes sociais um médico deve estar para ser encontrado e alcance mais o seu público-alvo.

 

1 Resposta

Deixe uma mensagem

:: Últimos posts

prontuário médico de acordo com a LGPD
Como adequar o prontuário médico de acordo com a LGPD
11 de junho de 2021
médico sucedido no Instagram
Como ser um médico sucedido no Instagram?
7 de junho de 2021
implementação da LGPD na sua clínica
5 dicas para implementação da LGPD na sua clínica
4 de junho de 2021
implantar a LGPD para clínicas
Como implantar a LGPD para clínicas
3 de junho de 2021
Como ser um médico de sucesso
Como ser um médico de sucesso na internet?
1 de junho de 2021

Receba dicas exclusivas

Assine nosso boletim e receba dicas exclusivas e informações úteis sobre marketing médico: